PDF novos cadernos de atividades, cadernos -Metas Curriculares - DGE - caderno atividades HGP
Wait Loading...


PDF :1 PDF :2 PDF :3 PDF :4 PDF :5 PDF :6 PDF :7 PDF :8


Like and share and download

caderno atividades HGP

Metas Curriculares - DGE

24 jun 2016 EDITORA 5º Ano HGP HGP 5 – o meu caderno de hgp 978 111 11 3961 2 Texto 5º Ano CN Caderno de Atividades de Ciências Naturais no manual, no caderno de atividades e avaliação contínua

Related PDF

novos cadernos de atividades, cadernos de fichas e cadernos de

24 jun 2016 EDITORA 5º Ano HGP HGP 5 – o meu caderno de hgp 978 111 11 3961 2 Texto 5º Ano CN Caderno de Atividades de Ciências Naturais
PDF

Descobrir - Santillana

no manual, no caderno de atividades e avaliação contínua e no Livromédia Educateca do manual e resolver atividades; jogo de HGP, um quizz para rever
PDF

Ano Letivo 2018/2019 - Lista de manuais escolares adotados

Novo HGP 5 História e Geografia de Portugal 5 º ano (caderno de atividades recomendado) 978 972 47 5381 2 Ana Matias, Ana Oliveira, Francisco
PDF

Ano Letivo 2018/2019 - Lista de manuais escolares adotados

Geografia de Portugal Novo HGP 5 História e Geografia de Portugal 5 º ano ( caderno de atividades recomendado) 978 972 47 5381 2 Ana Matias, Ana
PDF

6º Ano - St Paul´s School | Coimbra

Máquina do tempo 6 Manual do aluno Asa Editores HGP 20,27 € 7000604 9789892337913 Máquina do tempo 6 Caderno de atividades Asa Editores HGP
PDF

ano letivo 2017/2018 lista de manuais escolares 2º ciclo

Os Cadernos de Atividades só são obrigatórios às disciplinas indicadas Fajões, 14 de julho de 2017 O Diretor, HGP em Ação 6 Caderno de Atividades
PDF

ano letivo 2018/2019 lista de manuais escolares 2º ciclo

Os Cadernos de Atividades só são obrigatórios às disciplinas indicadas Fajões, 16 de julho de 2018 O Diretor, HGP em Ação 6 Caderno de Atividades
PDF

Metas Curriculares - DGE

Será disponibilizado um caderno de apoio às metas curriculares contendo Compreender as relações entre as principais atividades económicas dos séculos 
PDF

0 rio rj gov br 2caderno 5Ano 5AnoLPAlunoNovo pdf 5º ano II CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO (Assaré, Ceará) Nasceu em 5 de março não seria adequado usar essa forma de falar ou escrever? 4 No texto 0 rio

Caderno de Apoio ao Professor (1).pdf

III CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO - riorjgovbr

12q te pt upload cap 12q ns8vf4z4 pdf 2 • Caderno de Apoio ao Professor 12 Q 1 Objectivos do Caderno de Apoio ao Professor Este Caderno de Apoio ao Professor fornece informação e recursos complementares, concebidos como auxiliares para os professores que se encontrem a trabalhar

PDF Fisico Quimica Caderno Apoio Ao Professor dev mualphatheta fisico quimica caderno apoio ao professor pdf PDF Caderno De Apoio Ao Professor Fq9 1 Freedb aussietheatre au caderno de apoio ao professor fq9 1 pdf free download pdf

Caderno de Apoio ao Professor.pdf

Fisico Quimica Caderno Apoio Ao Professor Hjyyuwf Ebook - 25

PDF Download Fisico Quimica Caderno Apoio Ao Professor PDFcommunity spring is fisico quimica caderno apoio ao professor pdf PDF Fisico Quimica Caderno Apoio Ao Professor Xamarinstaging api xamarin fisico quimica caderno apoio ao professor pdf PDF Língua Portuguesa – professor Ciclo II CADERNO

Caderno de apoio ao professor

Fisico Quimica Caderno Apoio Ao Professor Hjyyuwf Ebook - 25

PDF Download Fisico Quimica Caderno Apoio Ao Professor PDFcommunity spring is fisico quimica caderno apoio ao professor pdf PDF Fisico Quimica Caderno Apoio Ao Professor Xamarinstaging api xamarin fisico quimica caderno apoio ao professor pdf PDF download fisico quimica caderno apoio ao professor

Caderno de Apoio Ao Professor

II CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO - riorjgovbr

sentidodosaber files wordpress 2018 03 8 | CADERNO DE APOIO AO PROFESSOR 1 Produção de sinais luminosos 2 Propagação de sinais luminosos 3 Detecção de sinais luminosos 4 Características das ondas não mecânicas Leitura de textos e análise de situações que fundamentam as duas

Caderno de Atividades de Português 2º Ano Santillana

4ºe5º ANOS - smeduquedecaxiasrjgovbr

educadores diaadia pr gov br arquivos File cadernos Caderno de Atividades Aí, a situação se inverteu o Japão se transformou em uma potência e, lá pela déca da de 80, ficou difícil bancar a vida no Brasil por causa da inflação e do desemprego Os netos e bisnetos

Caderno de Choro - Luciana Rabello 2

João Fernandes da Silva Neto - Repositório da Universidade

Departamento de Música 1 Choro 2 Brasília 3 Performance 4 Contexto extremamente personalizado, mas um vasto repertório que em um caderno de notas embora houvesse mulheres envolvidas, como Luciana Rabello, Dolores  8 mar

  1. o choro dos chorões de brasília
  2. A ESCOLA BRASILEIRA DE CHORO RAPHAEL RABELLO DE
  3. O violão e as linguagens violonísticas do choro
  4. Algumas reflexões para uma história cultural do choro
  5. Luís Fabiano Farias Borges TRAJETÓRIA ESTILÍSTICA DO CHORO
  6. Transformações do choro no século XXI
  7. Uma Roda de Choro no piano
  8. As relações entre escrita e oralidade na transmissão do choro
  9. O Violão de 6 Cordas e as habilidades de acompanhamento no Choro
  10. Academia do Choro

Caderno de Choros Vol. 2 - Escola de Choro Raphael Rabello

Neira na biblioteca da Fundación que leva o seu nome

capes gov br Caderno Livros Musica pdf tede udesc br bitstream tede 2347 1 Julio pdf 2 1 Sobre narrativas que permeiam a historiografia musical brasileira e uma concepção do choro enquanto manifestação de uma musicalidade 42 2 2

Home back Next

Description

Índice FICHA 1

FICHA 14

A Península Ibérica na Europa e no Mundo

A Revolução de 1383-1385

Fernando e o problema da sucessão

FICHA 2

Características naturais da Península Ibérica

5 FICHA 3

As comunidades recolectoras

Celtas e Celtiberos

Contacto com povos mediterrâneos FICHA 4

Os Romanos na Península Ibérica

Os Romanos na Península Ibérica

Os Muçulmanos na Península Ibérica

Cristãos e Muçulmanos no período da Reconquista FICHA 7

Os Muçulmanos na Península Ibérica

A formação do Reino de Portugal

Afonso Henriques e a luta pela independência FICHA 9

HGP – História e Geografia de Portugal 5

A formação do Reino de Portugal

O reconhecimento do Reino

O alargamento do território

O Reino de Portugal e do Algarve

FICHA 15

A Revolução de 1383-1385

A consolidação da independência FICHA 16

Portugal nos séculos XV e XVI

A conquista de Ceuta

A arte de navegar FICHA 17

Portugal nos séculos XV e XVI

A política expansionista de D

João II

O tratado de Tordesilhas

A chegada à Índia e ao Brasil FICHA 18

Portugal nos séculos XV e XVI

Portugal nos séculos XV e XVI

povoamento e actividades económicas FICHA 20

Portugal nos séculos XV e XVI

Portugal nos séculos XV e XVI

FICHA 10

FICHA 22

Portugal no século XIII

A vida quotidiana – grupos sociais

Nos mosteiros – o clero

Portugal nos séculos XV e XVI

A vida na corte e a cultura

FICHA 11

Da União Ibérica à Restauração

Sebastião e a sucessão ao trono

A União Ibérica e os levantamentos populares

Portugal no século XIII

Portugal no século XIII

Portugal no século XIII

FICHA 23

FICHA 24

Da União Ibérica à Restauração

FICHA 1 A

FICHA 14 A

A Península Ibérica na Europa e no Mundo

A Revolução de 1383-1385

Fernando e o problema da sucessão

FICHA 2 A

Características naturais da Península Ibérica

As comunidades recolectoras

Celtas e Celtiberos

Contacto com povos mediterrâneos

FICHA 4 A

Os Romanos na Península Ibérica

Os Romanos na Península Ibérica

Os Muçulmanos na Península Ibérica

Cristãos e Muçulmanos no período da Reconquista FICHA 7 A

Os Muçulmanos na Península Ibérica

A formação do Reino de Portugal

Afonso Henriques e a luta pela independência FICHA 9 A

A formação do Reino de Portugal

O reconhecimento do Reino

O alargamento do território

O Reino de Portugal e do Algarve FICHA 10 A

Portugal no século XIII

A vida quotidiana – grupos sociais

Nos mosteiros – o clero FICHA 11 A

Portugal no século XIII

O camponês FICHA 12 A

Portugal no século XIII

Portugal no século XIII

FICHA 15 A

A Revolução de 1383-1385

A consolidação da independência FICHA 16 A

Portugal nos séculos XV e XVI

A conquista de Ceuta

A arte de navegar FICHA 17 A

Portugal nos séculos XV e XVI

A política expansionista de D

João II

O tratado de Tordesilhas

A chegada à Índia e ao Brasil FICHA 18 A

Portugal nos séculos XV e XVI

Portugal nos séculos XV e XVI

povoamento e actividades económicas FICHA 20 A

Portugal nos séculos XV e XVI

na Ásia e no Brasil FICHA 21 A

Portugal nos séculos XV e XVI

O crescimento da cidade e o porto de Lisboa FICHA 22 A

Portugal nos séculos XV e XVI

A vida na corte e a cultura FICHA 23 A

Da União Ibérica à Restauração

Sebastião e a sucessão ao trono

A União Ibérica e os levantamentos populares FICHA 24 A

Da União Ibérica à Restauração

FICHA 1

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 18 e 19 do volume 1 do teu Manual

A PENÍNSULA IBÉRICA NA EUROPA E NO MUNDO

EDUCAÇÃO:

Lê atentamente a página 18

Justifica

D AVALIAÇÃO:

Oceanos

TURMA :

Continentes

Consulta agora a página 19

os rumos que descobriste na sopa de letras

N › _____________________

NE › N __ __ D'__ __ T __

S › _____________________

NO › N __ __ O __ __ T __

E › _____________________

SE › S __ D'E __ T __

O › _____________________

SO › S __ D'O __ __ T __

Pontos cardeais

Pontos colaterais

HGP – História e Geografia de Portugal 5

A Península Ibérica na Europa

Observa a figura 1

Península Ibérica

_____________________________________________________________ 3

5 Escreve,

o nome dos limites naturais da Península Ibérica

Observa a figura da página 22 do

manual e completa a legenda da figura 2,

indicando o nome dos pólos e círculos representados

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

seguintes: G Continentes G Globo

G Oceanos G Paralelos

G Cardeais G Maior

G Meridianos G Equador

G Sudoeste G Planisfério

G Colaterais G Europeu

As principais formas de representação da Terra são o ___________________________ e o ___________________________

Neles podemos observar a distribuição e a dimensão relativas dos ___________________________

Estes ocupam a ___________________________ da superfície terrestre

A rosa-dos-ventos permite-nos localizar os lugares através dos pontos ___________________________ e dos pontos

podemos dizer que a Península Ibérica se localiza no

do continente ___________________________

As linhas de referência também nos permitem fazer a localização dos lugares

As mais importantes são: o ___________________________ ,

os ___________________________ e os ___________________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Vais agora iniciar a tua auto-avaliação

Para isso lê as três situações seguintes e pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 1A deste caderno

FICHA 2

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 20 a 23 do volume 1 do teu Manual

CARACTERÍSTICAS NATURAIS DA PENÍNSULA IBÉRICA

EDUCAÇÃO:

Lê atentamente as páginas 20 e 21

1 Liga,

cada afirmação da coluna A à expressão que lhe corresponde na coluna B

Têm vales profundos e picos muito altos

Planicies

Áreas aplanadas de altitude superior a 200 metros

Planaltos

Antigas montanhas desgastadas pelos agentes erosivos

Montanhas

Têm altitudes superiores a 1000 metros

Têm forma plana e altitudes inferiores a 200 metros

Resultaram da acumulação de materiais rochosos e orgânicos transportados pelos rios e pelo mar

AVALIAÇÃO:

As principais formas de relevo da Península Ibérica Extenso planalto ________________________________________________________________________

_______________________________________________________ _______________________________________________________ _______________________________________________________

____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________

HGP – História e Geografia de Portugal 5

Maiores planícies

_______________________________________________________

TURMA :

Cordilheiras montanhosas

_______________________________________________________

Consulta,

Depois,

________________________________________________________________

? _______________________________________________________________

Clima com temperaturas amenas no Inverno e um Verão quente e seco

Clima com temperaturas amenas e chuvas regulares durante todo o ano

Clima com temperaturas baixas no Inverno e elevadas no Verão

Clima com invernos rigorosos e prolongados e verões curtos e amenos

I M A P

Agora refere o clima que predomina em cada uma das regiões seguintes: a) Interior da Península Ibérica: ________________________________________________________________________ b) Litoral Norte e Noroeste: _____________________________________________________________________________ c) Litoral Sul e Sudeste: __________________________________________________________________________________ 3

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

seguintes: G Meseta G Temperado

Ibérica G Temperado G Temperado marítimo G Guadalquivir mediterrâneo G Cordilheira Central G Temperado continental G Tejo

Na Península Ibérica,

destacam-se um extenso planalto a

como a _______________________ ,

e as planícies que estão associadas aos rios _______________________ e _______________________

O clima da península é _______________________________________ ,

mas existem algumas diferenças de região para região: no Interior,

predomina o clima _______________________________________ ,

o clima _______________________________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

o clima _______________________________________

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 2A deste caderno

FICHA 3

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 28 a 31 do volume 1 do teu Manual

AS COMUNIDADES RECOLECTORAS

EDUCAÇÃO:

AS COMUNIDADES AGRO-PASTORIS

IBEROS,

CELTAS E CELTIBEROS

CONTACTO COM POVOS MEDITERRÂNEOS

Começa por ler as páginas 28 e 29

Depois completa os quadros seguintes:

As comunidades recolectoras Alimentação

Instrumentos

Habitação

Tipo de vida AVALIAÇÃO:

As comunidades agro-pastoris Actividades

Habitação

Porque produziam os seus alimentos,

Utensílios

Sepulturas

Tipo de vida

HGP – História e Geografia de Portugal 5

TURMA :

Porque se alimentavam da caça,

de raízes e de frutos silvestres,

lê as páginas 30 e 31

Região da Península Ibérica onde se fixaram os Celtas

Vieram do Norte de África

Os Fenícios sabiam trabalhá-lo

Os Celtas sabiam trabalhá-lo

Actividade praticada pelos Celtiberos

Povo vindo da Europa Central

Mar onde navegavam Fenícios,

Gregos e Cartagineses

Povo vindo do Norte de África para fazer comércio na Península Ibérica

Região de Portugal onde os Celtas deixaram as suas marcas

Os Gregos já a usavam para fazer comércio

Vieram do Mediterrâneo Oriental

Escrita dos Fenícios

Principal actividade praticada pelos povos vindos pelo mar Mediterrâneo

P E N Í N S U L'A

I B É R I C A

Os Cartagineses tingiam-nos de cor púrpura

Metal existente na Península Ibérica

Outro metal existente na Península Ibérica

Outro metal existente na Península Ibérica

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

G Caçadores-recolectores G Pinturas

G Pesca G Comunidades recolectoras G Nómadas G Cavernas rupestres G Agricultura G Pastorícia G Sedentário G Comunidades agro-pastoris G Aldeamentos G Mediterrâneo G Comércio G Celtas G Iberos

As _______________________________ foram os primeiros grupos humanos a fixarem-se na Península Ibérica

Como se alimentavam de caça e da _______________________________ e recolhiam o que a natureza lhes dava,

diz-se que eram _______________________________

Quando a comida escasseava,

estas comunidades partiam para outras regiões,

__________________________________

Estes homens foram os primeiros

pois foram os autores das ______________________________________ ou gravuras existentes nas paredes das

_________________________________________

_______________________________

Com o passar do tempo,

O Homem já praticava a _______________________________ e a _______________________________

Como passou a viver no mesmo lugar,

tornou-se _________________________________

Surgiram assim os primeiros _______________________________

Outros povos foram chegando à Península Ibérica: os _______________________________

que vieram do Norte de África,

e os _______________________________ ,

Através do mar _______________________________ vieram os Fenícios,

Cartagineses,

que se dedicavam ao _______________________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o simbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 3A deste caderno

FICHA 4

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 40 a 43 do volume 1 do teu Manual

OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS

EDUCAÇÃO:

Começa por ler as páginas 40 a 43

Depois,

Os Romanos

Capital

Três características do seu exército

Designação dada ao conjunto dos seus territórios

Mar rodeado por territórios romanos

Observa a imagem e depois escreve três frases para a legendares,

toriamente as palavras seguintes: (na 1

G emboscada

G exército

G castros

HGP – História e Geografia de Portugal 5

TURMA :

Lê os documentos 1 e 2

Sedentos de bens,

nem o Oriente nem o Ocidente os saciou

a cidade que (…) estende hoje o seu poder a todos os lugares que o Sol ilumina

pôs cerco às cidades da Sicília,

submeteu a Gália por terra e Cartago por mar

que recebeu no seu seio os povos conquistados,

como uma mãe e não como uma dominadora (…)

Discurso de um bretão derrotado pelos Romanos,

século I (adaptado)

Claudiano (historiador romano do século IV),

Estilicão (adaptado)

como tratou Roma os povos dominados

4 E tu,

com qual dos autores concordas

como tratou Roma os povos dominados

Justifica

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões seguintes

G Império

G Navegar

Ibérica G Disciplinado G África G Especiarias G Sedas G Lusitanos

Os Romanos,

G Organizado

G Península

G Mediterrâneo G Capital

Dominaram todos os territórios à volta do mar _________________________ ,

a que chamavam «o nosso mar»,

pois nenhum outro povo lá podia _________________________

A conquista de tão grande império ficou a dever-se,

territórios forneciam-lhes enormes riquezas,

frutos secos e azeite da _________________________

as _________________________ e as _________________________ vindas da Ásia

Grande parte destes produtos era transportada até ao mar Mediterrâneo,

a_________________________ do Império

Na Península Ibérica,

os Romanos encontraram uma forte resistência,

destacando-se os_________________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 4A deste caderno

FICHA 5

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 44 a 47 do volume 1 do teu Manual

OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A PENÍNSULA IBÉRICA ROMANIZADA 1

Lê as páginas 44 e 45

Depois,

legenda cada uma das imagens seguintes

Depois dá-lhes

AVALIAÇÃO:

EDUCAÇÃO:

Parece-te que a presença dos Romanos na Península Ibérica provocou apenas guerra ou TURMA :

também trouxe benefícios aos povos peninsulares

Foi o criador do Cristianismo

Império onde surgiu

Província do Império Romano onde surgiu

É assim designado por defender a existência de um só Deus

Seguidores de Jesus Cristo

Local de culto dos cristãos

Continente onde surgiu o Cristianismo

Região do Norte de África cristianizada até 313

Livro sagrado dos cristãos

Imperador que o declarou religião oficial do Império

Os cristãos recusaram prestar-lhe culto

Continente onde o Cristianismo teve maior difusão

C 2 R I

M O NOME:

HGP – História e Geografia de Portugal 5

Completa o crucigrama sobre o Cristianismo

Imagina que uma pessoa nasceu em 1899 e morreu em 2001

Em relação aos nossos dias,

refere: a) O ano b) O século c) O milénio

Lê as páginas 48 e 49

Depois,

Os Bárbaros

Território Razões dessa que invadiram invasão

Reinos que formaram na Península Ibérica

Povo que dominou toda a Península Ibérica

Forma de governo

Religião a que se converteram

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões seguintes: G Minas

G Vinha

de peixe G Pontes Cristo G Romanização G Cristianismo G Romano G Suevos G Visigodos G Bárbaros

G Estradas

G Trigo

G Português

G Oliveira

G Latim

G Salga

G Jesus

G Conímbriga G Monoteísta G Visigodos

Os Romanos exerceram grande influência na Península Ibérica

Desenvolveu-se o cultivo da _______________________

surgiram novas indústrias e desenvolveram-se outras,

Construíram-se _______________________

cidades como a de _______________________

A língua dos Romanos,

como o _______________________

A todas estas transformações que se deram na Península Ibérica chamamos _______________________

Foi na Judeia que nasceu _______________________

Jesus pregou o _______________________

O Cristianismo é uma religião _______________________ pois defende a existência de um só Deus

No século V,

povos _______________________ invadiram o Império _______________________

Os _______________________ e os _______________________ ocuparam a Península Ibérica

Contudo,

os _______________________ derrotaram os Suevos e apoderaram-se de toda a Península

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 5A deste caderno

FICHA 6

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 56 a 59 do volume 1 do teu Manual

OS MUÇULMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA

A OCUPAÇÃO MUÇULMANA

CRISTÃOS E MUÇULMANOS NO PERÍODO DA RECONQUISTA

EDUCAÇÃO:

Começa por ler as páginas 56 e 57

Completa o quadro seguinte

O Islamismo

Aparecimento

Profeta (pregador)

Livro sagrado

Cinco obrigações dos Muçulmanos

Século: _____________________ Região: _____________________ Cidade: _____________________

Conclusão: À semelhança do Cristianismo,

o Islamismo é uma religião _______________________________

AVALIAÇÃO:

Depois de leres as páginas 58 e 59,

faz a legenda de cada um dos cavaleiros,

Algumas poderão servir para os dois cavaleiros

G Chegou

à Península Ibérica em 711

G Refugiou-se na região das Astúrias

a formação do reino das Astúrias,

deu início à Reconquista Cristã

G Permitiu que os derrotados vivessem em paz,

G De 712 a 716,

conseguiu apoderar-se de quase toda a Península

G Respeitou a religião dos vencidos

HGP – História e Geografia de Portugal 5

TURMA :

sublinha as frases comuns aos dois guerreiros

Que conclusão podes retirar

Ordena cronologicamente os seguintes acontecimentos,

Os Romanos invadem a Península Ibérica O Homem fabrica os primeiros instrumentos de pedra

O Homem descobre a agricultura

Os Muçulmanos invadem a Península Ibérica

Os Bárbaros invadem o Império Romano

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

G Islamismo

G Muçulmanos

G Muçulmanos G Astúrias

G Península

G Visigodos

Ibérica

G Arábia

G Religião

G Astúrias

G Maomé

G Férteis

G Muçulmanos

G Atlântico

G Pirenéus G Reinos

G Índico

G Cristianismo

G Reconquista

Cristã

Foi na cidade de Meca,

localizada na Península da _______________________,

que _______________________ começou a pregar uma nova religião,

que defende a existência de um único deus

seguidores do Islamismo são chamados _______________________

Os Muçulmanos formaram um Império que se estendia desde o oceano

Pretendiam espalhar a sua

pois a Arábia tinha um solo muito

Em 711,

os Muçulmanos derrotaram os _______________________,

e em poucos anos conseguiram dominar a _______________________ _______________________ com

excepção da região das _______________________ e dos _______________________

Em 722,

os Cristãos conseguiram derrotar os _______________________,

Continuaram a lutar,

conseguindo formar o reino das _______________________

Estava,

a recuperação dos territórios perdidos para os Muçulmanos

À medida que

os Cristãos iam avançando para _______________________,

foram formando novos _______________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 6A deste caderno

FICHA 7

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 60 e 61 do volume 1 do teu Manual

OS MUÇULMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A HERANÇA MUÇULMANA 1

Dá um título ao documento escrito e legenda as imagens,

seleccionando a informação ENC

EDUCAÇÃO:

correcta de entre as frases seguintes

de seiscentas palavras árabes passaram para a língua portuguesa

Muitas delas foram desaparecendo ao longo dos tempos

G Os Muçulmanos desenvolveram instrumentos de orientação e desenharam mapas

G Os Muçulmanos desenvolveram a medicina,

identificando algumas doenças e aperfeiçoando as cirurgias

G O desenvolvimento da agricultura

G Os Muçulmanos construíram palácios decorados com azulejos

G Cerca

Título:

AVALIAÇÃO:

Beja era conhecida como a «Beja do azeite»

Entre a fruta,

mencionava-se a boa qualidade das maçãs e peras de Lisboa (com destaque para Sintra),

dos figos e das maçãs de Ossonoba (Faro),

das cerejas e maçãs de Coimbra e dos melões de Santarém

A vinha continuou a plantar-se e a produzir

Também se difundiram os aparelhos de elevar água,

conhecidos como «cegonhas» e como «noras»

in Nova História de Portugal,

Lisboa,

Presença

º: Albufeira (a lagoa) Algarve (o ocidente) Alcácer (o castelo) Almada (a mina) Alcântara (a ponte) Alvalade (a planície) Alfama (a fonte) Alverca (o lago)

HGP – História e Geografia de Portugal 5

TURMA :

Retira uma conclusão sobre a presença dos Muçulmanos na Península Ibérica

Observa os documentos 6 e 7

qual dos documentos representa o que realmente se passou na Península

Ibérica,

Completa o texto seguinte,

preenchendo os espaços em branco com as palavras seguintes: G Palácios

G Bibliotecas

G Algarismos

G Peninsulares

G Amendoeira

G Mesquitas

G Laranjeira

G Astrolábio

G Limoeiro

G Palavras

G Muçulmanos

A longa permanência dos Muçulmanos na Península Ibérica permitiu que exercessem grande influência na vida dos povos _______________________

Construíram

Deixaram importantes

que os Portugueses usaram no século XV,

Na agricultura,

deixaram novos processos de rega,

como a _______________________,

concluir que os povos peninsulares beneficiaram da presença dos

Podemos

Ibérica

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 7A deste caderno

FICHA 8

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 70 a 73 do volume 1 do teu Manual

A FORMAÇÃO DO REINO DE PORTUGAL D

AFONSO HENRIQUES E A LUTA PELA INDEPENDÊNCIA

EDUCAÇÃO:

Começa por ler as páginas 70 e 71

Completa a biografia do conde D

Henrique

Nome Naturalidade Casou com Pai de

Recebeu

Obrigações para com o rei de Leão

Lutou para

Conquistou

AVALIAÇÃO:

Sucedeu-lhe no governo do condado

lê as páginas 72 e 73

Depois,

Afonso Henriques

Nome Filho de TURMA :

e de Viveu no séclo Lutou contra o exército de D

Teresa para

Lutou contra Afonso VII para

No Tratado de Zamora,

foi Lutou contra os Mouros para

Compara as biografias de D

Afonso Henriques e do conde D

Henrique

Depois,

significado da seguinte frase: «D

Afonso Henriques deu continuidade à acção de seu pai

HGP – História e Geografia de Portugal 5

Depois da Batalha de S

Mamede,

Legenda cada uma das vinhetas da banda desenhada com a informação seguinte

Afonso Henriques revoltou-se contra sua mãe,

Teresa,

Henrique casou com D

Teresa e passou a governar o condado Portucalense

Afonso Henriques lutou contra o rei de Leão e Castela,

Afonso VII,

para tornar o Condado independente

G Em 1143,

Afonso Henriques e D'Afonso VII reuniram-se em Zamora,

com a presença de um enviado do Papa

Foi assinado o tratado de Zamora,

Afonso Henriques é reconhecido como rei de Portugal

Afonso Henriques lutou igualmente contra os Mouros para aumentar os seus territórios

Conquistou cidades importantes como Lisboa e Santarém

G Em 1179,

o papa Alexandre III reconheceu D

Afonso Henriques como rei

Condado Portucalense

___________________________________________

___________________________________________

Reino de Portugal

________________________________

____________________________________________ _________________________

________________________________

____________________________________________ _________________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 8A deste caderno

FICHA 9

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 74 a 77 do volume 1 do teu Manual

A FORMAÇÃO DO REINO DE PORTUGAL

EDUCAÇÃO:

A CONQUISTA DA LINHA DO TEJO

O RECONHECIMENTO DO REINO

O ALARGAMENTO DO TERRITÓRIO

O REINO DE PORTUGAL E DO ALGARVE 1

Começa por ler as páginas 74 a 77

Indica também o século

correspondente a cada acontecimento que referires

Sancho I

Afonso II

Sancho II

Afonso Henriques

Afonso III

AVALIAÇÃO:

Qual é o castelo

Para legendares cada um dos castelos terás de consultar os mapas da página 76,

ler a cronologia da página 77 e responder às seguintes questões: a) Foi conquistado por D'Sancho I

Localiza-se no Algarve,

Sancho II

Localiza-se no Alentejo,

TURMA :

Afonso II

Localiza-se no Alentejo,

HGP – História e Geografia de Portugal 5

Afonso III

Localiza-se no Algarve,

Completa o esquema:

A Norte tenho como fronteira ___________________

OCEANO ATLÂNTICO

A ___________________ sou banhado

A ___________________ ,

tenho como fronteira ___________________

A _______________________ sou banhado pelo_______________________

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

G Algarve

G Muçulmanos

Afonso Henriques G D

Afonso III G População G Rei de Portugal e do Algarve G Sudoeste da Europa G Portugal G Oceano Atlântico G Sul G Oeste G Leão e Castela G Este G Norte G Fronteiras G Alcanizes Os reis que sucederam a _______________________ continuaram as lutas contra os _______________________ até os expulsarem do _______________________,

no reinado de _______________________

A partir __________________________

Toda a _______________________

os reis portugueses passaram a usar o título de portuguesa participou na guerra contra os Muçulmanos

Foi assim que surgiu,

no _____________________________,

o reino de _____________________________

Portugal passou a ter fronteira com o reino de _______________________,

sendo banhado pelo ____________________________ a _______________________ e a _______________________

No reinado de D

Dinis foi assinado o tratado de _______________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 9A deste caderno

FICHA 10

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 8 a 11 do volume 2 do teu Manual

PORTUGAL NO SÉCULO XIII OS RECURSOS NATURAIS

A VIDA QUOTIDIANA

GRUPOS SOCIAIS

NOS MOSTEIROS – O CLERO ENC

EDUCAÇÃO:

Começa por ler as páginas 8 e 9

cada recurso natural à actividade económica que lhe

corresponde e cada actividade ao produto correspondente

Recursos naturais

Actividade económica

Pecuária

Produtos

Leite e carne

Agricultura

Cereais Vinho

Terra Azeite Salinicultura Sal Linho

AVALIAÇÃO:

Pesca Peixe

Mar e rios

Lê as páginas 9,

10 e 11

Depois,

branco com as palavras/expressões seguintes: G Grupos privilegiados G Povo G Clero não privilegiado G Rezar G Lutar G Trabalhar

TURMA :

G Nobreza G Grupo

Principal função

Principal função

Principal função

Explica por que razão alguns grupos sociais eram considerados privilegiados

HGP – História e Geografia de Portugal 5

Grupos sociais no século XIII

Lê as páginas 10 e 11

Depois,

legenda os documentos seguintes com a informação adequada

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

seguintes: G Agricultura G Rei

G Cereais

G Clero

G Peregrinos

G Vinho

G Nobreza

G Ensino

G Azeite

G Cópia

G Terra

G Rezar

G Mares

de livros G Ordens religiosas G Combater G Trabalhar

No século XIII,

os principais recursos naturais eram a

G Militares

G Doentes

G Impostos

G Pesca

G Pobres

G Privilegiados

A _______________________ era a principal actividade económica pois dava,

A floresta dava a madeira,

o _______________________ e outros

A _______________________ praticava-se nos mares e rios

Da água do mar extraía-se o _______________________

Nesta época,

a sociedade portuguesa estava dividida em três grupos sociais: o _______________________

A autoridade máxima do País era o _____________________

A principal função do clero era _______________________,

a da nobreza _______________________,

e a do povo _______________________

O clero e a nobreza eram grupos sociais _______________________

devido às funções que desempenhavam e por terem privilégios como não pagar

era um grupo social não privilegiado,

não tinha qualquer privilégio

O clero também se dedicava ao _______________________,

à _______________________ e a prestar assistência aos

Alguns monges

podiam participar na guerra: eram as _______________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 10A deste caderno

FICHA 11

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 12 e 15 do volume 2 do teu Manual

PORTUGAL NO SÉCULO XIII A VIDA QUOTIDIANA NAS TERRAS SENHORIAIS

O CAMPONÊS 1

Começa por ler as páginas 12 e 13

Depois,

legenda os documentos seguintes,

EDUCAÇÃO:

identificando a actividade respectiva

Título: _________________________________________________________________________________________________________________________

TURMA :

AVALIAÇÃO:

diz que grupo social representa cada um

Justifica

HGP – História e Geografia de Portugal 5

Lê as paginas 14 e 15

Lê os documentos 7 e 8

Não gosta

de uma vida boa e a riqueza sobe-lhe à cabeça quando consegue elevar-se a uma posição de prosperidade

Portanto,

o melhor é manter-lhe a manjedoura vazia,

consumir os seus bens e fazê-lo sofrer o vento e a chuva

para trabalharem nas terras dos senhores e são tantas as queixas e conflitos,

os impostos antigos e recentes,

que nunca têm uma hora de paz

Bertran de Born,

trovador francês do século XII (adaptado)

escritor normando do século XII (adaptado)

3 E tu,

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

G Caçadas

G Guerra

G Senhorios

G Casais

G Reserva

G Carne

G Peixe

G Banquetes G Trovadores G Jograis batida G Muralhas G Impostos G Pão G Colheitas G Vinho G Festas religiosas G Xadrez G Colmo

Os nobres ocupavam-se principalmente na

G Terra

Em tempo de paz preparavam-se

participando em _______________________ ,

_______________________ e jogando _______________________

Os nobres também organizavam _______________________ ,

onde comiam _______________________,

e assistiam a espectáculos de malabaristas ou de

Os poemas

cantados ou recitados pelos jograis eram escritos pelos _______________________

Grande parte dos camponeses vivia nos

Alguns trabalhavam directamente para o senhor na _______________________ e outros viviam em pequenas parcelas de terra,

chamadas _______________________

Estes tinham de pagar _______________________,

ajudar nas _______________________

camponeses eram feitas de pedra e cobertas de

As casas dos

O chão era de

Alimentavam-se,

de _______________________ e de _______________________

Divertiam-

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 10A deste caderno

FICHA 12

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 16 e 19 do volume 2 do teu Manual

PORTUGAL NO SÉCULO XIII A VIDA QUOTIDIANA NOS CONCELHOS

EDUCAÇÃO:

Começa por ler as páginas 16 e 17

Depois,

Os concelhos Tipos de concelhos

Actividades principais

Como eram criados

Quem os podia criar

Direitos que tinham os habitantes

Símbolos principais

Nome dos seus habitantes

Será que no século XIII o rei tratava toda a população do seu reino de igual forma

Guilherme de Corni,

Damo-la a vós e aos vossos sucessores em tudo o que puderdes conseguir,

tanto no mar como na própria terra (…)

ao mosteiro de Arouca aquela terra,

de tal modo que desisto de todas aquelas coisas que pertencem ao rei (…) e atribuo-as àqueles que habitarem nesse mosteiro,

de tal modo que só eles tenham poder de fazer tudo aquilo que quiserem

concedo a todos os povoadores da cidade de Lisboa,

carta de foral (…) do vinho dêem de cada carga um almude

E de cada parte de bois dêem um moio ou de trigo que lavrarem (…)

Coelheiro que for a monte,

dê uma pele de coelho (…)

Rui de Azevedo,

in Documentos Medievais Portugueses (adaptado)

Carta de couto do mosteiro de Arouca 1143 (adaptado)

In Documentos para a História da Cidade de Lisboa (adaptado)

AVALIAÇÃO:

Afonso,

TURMA :

Afonso,

Afonso,

3 Explica,

porque eram considerados privilegiados os grupos sociais dos documentos 1 e 2

HGP – História e Geografia de Portugal 5

lê as páginas 18 e 19

Depois completa o quadro da página seguinte sobre as feiras

As feiras no século XIII Documento que as criava

Por quem eram criadas

Feiras em que não se pagavam impostos

Objectivos da sua criação

Época em que normalmente decorriam

Indica o grupo social que mais beneficiou com o desenvolvimento do comércio externo

Indica duas características deste novo grupo social

Observa os documentos 4 e 5

Justifica

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

G Concelhos

G Carta

de foral G Urbanos G Direitos G Agricultura G Comércio G Rei G Carta de feira G Feiras G Comércio interno G Comércio externo G Exportações G Universidade G Comerciantes G Burguesia G Comércio

No século XIII,

grande parte do povo trabalhava nos senhorios,

A parte do povo que vivia nos _______________________ tinha mais liberdade e outros direitos,

pagar menos _______________________ e dispor de uma assembleia dos homens-bons que tratava da administração e de outros assuntos do concelho

Os concelhos eram criados através de uma _______________________ ,

onde estavam escritos quer os _______________________ ,

quer as obrigações dos vizinhos

Nos concelhos

ao _______________________ e ao artesanato

Nos concelhos rurais praticava-se,

Fazia-se

Para desenvolver o

através de um documento chamado

compra e venda de produtos a outros países,

compra e venda de produtos dentro do país

Alguns _______________________ e artesãos

enriqueceram e passaram a frequentar as escolas e a _______________________

Surgiu a _______________________

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 12A deste caderno

FICHA 13

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 20 e 21 do volume 2 do teu Manual

PORTUGAL NO SÉCULO XIII A VIDA QUOTIDIANA NA CORTE E A CULTURA

EDUCAÇÃO:

Consulta os documentos 1,

Afonso III

TURMA :

AVALIAÇÃO:

ficando definidas as fronteiras entre Portugal e Castela

Justifica

HGP – História e Geografia de Portugal 5

Dinis dedicar-se ao desenvolvimento económico de Portugal

Justifica

Explica o que nos diz cada um dos documentos seguintes sobre os gostos de D

se sabedes novas do meu amigo Ai,

século XIII (excerto)

Completa o texto,

preenchendo os espaços em branco com as palavras/expressões

seguintes: G Comércio G Castela

G Inglaterra

G Agricultura

G Bolsa

G Português

Dinis G Tratado de Alcanizes G Latim G Estudo Geral G Corte G Saraus G Trovador

O fim da guerra contra os Mouros,

Afonso III,

e a assinatura do _______________________________,

permitiram que Portugal vivesse um longo período de

Assim o rei _______________________ pôde dedicar-se ao desenvolvimento das actividades económicas,

________________________________,

semelhantes às dos actuais seguros,

e assinou um tratado de comércio com a

Para desenvolver o

Dinis criou a

Mandou secar pântanos e plantar pinhais,

junto do litoral para proteger as terras agrícolas do vento e das areias do mar,

o que contribuiu para o desenvolvimento da

Para que os

portugueses que quisessem continuar os seus estudos não tivessem de ir para o estrangeiro,

Dinis criou o _______________________ ,

Dinis ordenou ainda que os documentos oficiais fossem escritos em _______________________ e não em _______________________

Dinis gostava de viver rodeado de artistas,

organizavam-se _______________________ a que assistia toda a _______________________

O próprio rei foi _______________________ ,

pois conhecem-se cento e trinta e oito cantigas da sua autoria

AUTO-AVALIAÇÃO 1

Estou satisfeito(a)

Pinta o símbolo adequado (

Ainda não estou satisfeito(a)

Não estou nada satisfeito(a)

Nota: Se assinalaste a 1

a situação e ainda queres saber mais,

pede ao teu professor que te forneça outra ficha com actividades um pouco mais exigentes

Se assinalaste a 2

realiza a ficha 13A deste caderno

FICHA 14

Para realizares esta ficha,

deves ler as páginas 28 a 31 do volume 2 do teu Manual

A REVOLUÇÃO DE 1383-1385

A MORTE DE D

FERNANDO E O PROBLEMA DA SUCESSÃO

EDUCAÇÃO:

Começa por ler as páginas 28 e 29

Lê o documento 1 e observa os documentos 2,

onde já havia mão-de-obra abundante

Os preços dos produtos agrícolas aumentavam

A fome instalou-se

Enfraquecida pela falta de comida,

a população dificilmente resiste às doenças

É então que surge a Peste Negra

É contagiosa e mortal e chega da Ásia nos navios italianos

Algumas regiões são pouco atingidas,

mas há cidades inteiras devastadas

A estas infelicidades juntaram-se as da guerra

As cidades são devastadas por soldados que pilham,

torturam e roubam os mercadores em viagem

Muitos camponeses preferem refugiar-se nas cidades ao abrigo das muralhas

Os restantes são esmagados pelos impostos

Enciclopédia Júnior

Lisboa,

Livros e Livros (adaptado)

Título:

TURMA :

AVALIAÇÃO:

seleccionando do documento 1 a informação adequada

Completa o quadro seguinte

Tratado de Salvaterra de Magos Reinos e reis que assinaram o tratado

Governaria Portugal como regente após a morte de D

Fernando

Seria rei de Portugal quando atingisse a idade de 14 anos

Posso concluir que D

Fernando: _______________________________________________________________________________

HGP – História e Geografia de Portugal 5

_______________________________________